Show More

7 Dicas para vencer a procrastinação

 

Você conhece alguém que já passou por isso?

 

Tenho uma tarefa para entregar no prazo de 6 meses, não preciso fazer isso agora, tenho tempo de sobra. É relativamente simples, busco algumas informações, consolido com aquelas e depois é só montar, vou colocar na agenda.

Os meses passam e quando percebo já se passaram 3 meses do prazo que tinha para entregar. Fico um pouco preocupada, mas agora tem outras coisas para fazer. Só falta reunir informações para essa tarefa, ainda tenho tempo.

Passam-se mais 2 meses e olho a agenda, confiro o calendário e me assusto: nossa agora eu tenho só 1 mês, terei que fazer essa semana sem falta. Os dias passam e quando percebo faltam 3 dias para entrega do material, o coração dispara, fico nervosa, e concluo que terei que virar 2 ou 3 noites trabalhando nesse projeto.

Ufa, consegui entregar no prazo!

 

O trabalho foi entregue, mas a que custo?  

Esse é um comportamento básico da procrastinação. Procrastinar é não fazer algo importante, mesmo sabendo que a longo prazo isso poderá se complicar. A Pessoa tem a consciência de que deveria fazer naquela hora, mas deixa de lado para fazer outras coisas.

 

Quem procrastina sempre consegue arrumar uma desculpa para explicar para ela mesma a tarefa não realizada: não fiz porque não estava preparada, tinha tempo de sobra, não era o momento adequado, não estava disposta, quando ia começar apareceu outra coisa, quando estava me preparando o telefone tocou, fulano chegou e tive que atender...

 

Essas desculpas passam a ser um vício - um hábito, deixando para depois o que deveria ser feito na hora. Hábito é a repetição de uma ação impulsionada por um gatilho (algo que desperta a intenção) e que traz uma recompensa. O comportamento de procrastinação tem como aliado a recompensa imediata, isso nem sempre é consciente, mas sempre prazeroso. Muitas vezes essa recompensa vem disfarçada como por exemplo:  Preciso fazer esse relatório, mas antes vou dar só uma olhadinha no whatsapp - tenho que ir a academia, vou logo depois que acabar esse filme – preciso estudar para o teste de inglês de amanhã, vou jantar e dar uma deitadinha de 5 mim e em seguida eu estudo, depois eu faço, começo depois que... e por ai vai.

 

Um estudo na Universidade do Colorado, entendeu que a procrastinação pode estar diretamente ligada a impulsividade e ao hábito de fazer várias tarefas ao mesmo tempo. Ter muitos objetivos pode desmotivar e gerar uma sensação de nunca chegar ao final, que não está progredindo, um sentimento de vazio. É nesse momento que inconscientemente nos envolvemos na auto sabotagem, que tem por objetivo garantir a sobrevivência, mas no fundo é apenas uma tentativa de camuflar as próprias limitações.

 

O autoconhecimento revela características importantes para não cair nessas armadilhas, trazendo à consciência as fortalezas e as limitações, e assim possibilita desenvolver estratégias pessoais para realizar as tarefas e ter sucesso nos resultados.

Veja 7 dicas para vencer a procrastinação:

  • Esteja presente: técnica de meditação ou mindfulness ajudam a se conectar com o aqui e agora.

  • Relacione cada tarefa com um objetivo, dê um significado, isto torna a tarefa mais gratificante.

  • Faça o quadrante de Eizenhower: definição do que é importante X o que é urgente.

  • Divida a tarefa em pequenas metas, para realizar e avançar dentro do prazo que estipulado.

  • Defina para cada tarefa/meta conquistada uma recompensa: por exemplo quando eu terminar esta tarefa eu vou tirar 1/2 hora para olhar o instagram, vou para academia, vou encontrar meus amigos, enfim algo que realmente seja recompensador.

  • Quando finalizar cada meta comemore, isso dá mais motivação e faz com que o cérebro produza dopamina, o hormônio do bem-estar.

  • Faça um acompanhamento “follow up” das tarefas, assim saberá como esta o desenvolvimento da tarefa e quanto falta para terminar.

 

Ah... também é bem importante eliminar o máximo de distrações, elas roubam a atenção e tempo. Deixe o celular no modo silencioso, se estiver no computador tire os sinais do whatsapp, do email, do instagram e do facebook; se acomode em um lugar que seja confortável para fazer o trabalho e lembre-se que a disciplina é extremamente importante.

 

Se você tiver seguido as dicas e ainda assim estiver desfocando, então seja mais curioso e comece a prestar atenção em que está roubando a sua atenção/seu foco.

Separe um caderno e quando perder o foco, anote o que te fez se distrair (gatilho) e tirou a sua concentração. Após 10 dias, leia a lista e descubra o que está te impedindo de ter foco, por exemplo:

  • Estava fazendo um trabalho e bateu aquela fominha, vou buscar alguma coisa para comer

  • Estou muito tempo sentado nessa cadeira, vou tomar um cafezinho

  • Estou com dor nas costas, vou dar uma volta...  

Analise o que se repete sempre e crie uma estratégia para não perder a concentração:

  • bateu aquela fominha – tenha sempre algo para suprir,

  • levante-se de tempo em tempo para não cansar de ficar sentado,

  • ficou com dor nas costas, mude a cadeira que esta sentado.

 

Outra dica muito boa para ajudar a manter o foco é usar um aplicativo que se chama Pomodoro, é um método de gerenciamento de tempo desenvolvido por Francesco Cirillo no final dos anos 1980, que consiste na utilização de um cronômetro para dividir o trabalho em períodos de 25 minutos, separados por breves intervalos.

 

A ignorância é uma benção! Agora que já sabe as causas e como pode ter um comportamento diferente da procrastinação, vá a luta!

 

Lucila Marques

Senior Coach e Facilitadora de Treinamentos Comportamentais

lucila@lucilamarques.com.br

www.lucilamarques.com.br

(11)9990-67789

Please reload

Featured Posts

Escutar genuinamente é importante para que as relações humanas possam ser positivas!

September 13, 2016

1/2
Please reload

Recent Posts

February 7, 2019

Please reload

Pesquisa por tag
Siga-nos
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Facebook Classic